filmes

Reino Unido

“Parece que os filmes estão respondendo ou tocando em questões que realmente importam”. Ter um grupo WhatsApp para discipulado significa que a versão de baixa resolução do filme pode ser compartilhada, e os participantes estão agradecidos por isso. Isso também significa que a conversa pode continuar durante toda a semana. Temos uma equipe de 6 pessoas em inglês, duas das quais já participaram do treinamento Al Massira”.

Paraguai

“Uma pessoa está usando os vídeos numa escola particular (uma escola cristã libanesa) onde ele ensina Educação Religiosa – durante as aulas de Educação Religiosa”.

Leste Asiático

“Um amigo começou a liderar um grupo AM com 7 líderes, que se reunia todas as segundas-feiras, usando o vídeo e os materiais. Então, às sextas-feiras, cada um dos 7 liderava uma discussão bíblica com um pequeno grupo de pessoas. No total havia 40 pessoas envolvidas, das quais cerca de metade ainda não eram crentes, mas estavam interessadas em aprender sobre Jesus. Uma dessas pessoas comentou: “Então o Jesus que veremos no Céu, é o mesmo Jesus que andou com Adão e Eva no Jardim, o mesmo Jesus que se encontrou com Abraão, e que lutou com Jacó… é o mesmo Jesus que veremos! Ele é o mesmo ontem, hoje e para sempre. Incrível!”

África Ocidental

“Comecei a partilhar com um amigo o vídeo “Introdutório” do AM e ele pediu por privacidade, por isso usamos um notebook. Mais tarde, ele pediu para levar os vídeos para casa para poder vê-los a sós uma segunda vez. No Episódio 4, ele pausara o vídeo para ir ao trabalho. As filhas dele encontraram o vídeo e viram-no sozinhas. A sua mulher também viu o vídeo sozinha. Levou dois meses até a mulher ganhar coragem para lhe perguntar sobre o vídeo e o que ele estava fazendo com ele. Em pânico total, o homem percebeu que toda a sua família tinha visto o vídeo. Hoje, quase todos os membros de sua família são seguidores de Jesus. Eles já completaram Al Massira e agora fazem parte de um grupo de estudo bíblico em sua própria casa”.